Anri Sala

Dammi i Colori, Anri Sala, 2003

Dammi i Colori, Anri Sala, 2003

Dammi i Colori | 2003
Vídeo digital, 15’25”

O filme aborda as mudanças em Tirana, capital da Albânia, três anos depois de um projeto de transformação urbana que envolveu a pintura de seus edifícios com cores vivas. "Queria mostrar imagens de um lugar onde falar de utopia é realmente impossível, e, por isso, utópico. Eu escolhi a noção de esperança, em vez de utopia. Foquei na ideia de trazer esperança a um lugar onde ela não existe. O filme é sobre como lidar com a realidade onde falta o luxo do tempo e do dinheiro. 

The film focuses on the changes to Albania’s capital city, Tirana, three years after a project of urban transformation was initiated there that involved painting its buildings in a range of vivid colors. “I wanted to show images from a place where speaking of utopia is actually impossible, and therefore utopian. I chose the notion of hope instead of utopia. I focused on the idea of bringing hope in a place where there is no hope ... It is about dealing with the reality where the luxury of time and money is missing.”

 

BIOGRAFIA

Anri Sala nasceu em 1974, em Tirana, Albânia. Vive e trabalha em Berlim.

Em seus trabalhos iniciais, a partir do final de 90, Sala usava estratégias documentarísticas para analisar a vida após o fim comunismo na sua nativa Albânia, observando o papel da linguagem e da memória na narração de histórias sociais e políticas. A partir do início de 2000, suas obras em vídeo têm sondado mais especificamente os efeitos psicológicos das experiências acústicas, abrangendo tanto a música quanto o som, como linguagens capazes de evocar imagens, nostalgia, e de comunicar emoções. Sala muitas vezes tem retratado fragmentos da vida quotidiana em narrativas visuais sutis. Suas observações íntimas chegam a entrar no campo da ficção, reproduzindo retratos enigmáticos da sociedade e diálogos com a história.

Ele já expôs internacionalmente durante muitos anos, com mostras no Haus der Kunst, Munique (2014); como representante da França na 55ª Bienal de Veneza, 2013; no Centro Georges Pompidou, Paris, 2012; na Galeria Serpentine, em Londres, 2011; no Centro de Arte Contemporânea, Cincinnati, 2009; no Museu de Arte Contemporânea de Miami, 2008; na Fondazione Nicola Trussardi, Milão, 2005, entre outras. Sala recebeu o Prêmio Vincent, 2014; o 10th Benesse Prize, 2013;  o Prêmio Absolut de Arte, 201, e o Prémio Jovem Artista da Bienal de Veneza, 2001. Tem participado de muitas exposições colectivas e bienais, incluindo a 12ª Bienal de Havana (2015), a 11th Sharjah Biennial, 2013; a 9ª Bienal de Gwangju, 2012;  DOCUMENTA 13, 2012; a 29ª Bienal de São Paulo, 2010; a 2º Bienal de Arte Contemporânea de Mosca, 2007, e a 4ª Bienal de Berlim, 2006.

 

BIOGRAPHY

Anri Sala, an Albanian artist living in Paris, has gained international attention for his video, animation and photographic works. With an emphasis on slowness, stillness, and intimate detail, Sala explores the interface of documentary and fiction. His painterly works elicit an undercurrent of tension that speaks to political and social realities, articulating loss and alienation through a specificity of place and cultural context that seems rooted in memory and history.

Anri Sala was born in 1974 in Tirana, Albania. He studied painting at the National Academy of Arts in Tirana, video at the Ecole Nationale Supérieure des Arts Décoratifs in Paris and film directing at Le Fresnoy - Studio National des Arts Contemporains - in Tourcoing, France. In 2001 he received the Young Artist Prize of the 49th Venice Biennale. His works have been widely shown internationally, at institutions including MAMCO, Geneva, Switzerland; Dallas Museum of Art, Texas; Ikon Gallery, Birmingham, England; Kunsthalle Wien, Vienna: ARC, Musée d'Art Moderne de la Ville de Paris, and the New Museum of Contemporary Art, New York, among others. He participated in Utopia Station at the 50th Venice Biennale; the 24th Bienal de Sao Paolo; Manifesta 4 in Frankfurt, Germany and Uniform: Order and Disorder at P.S.1 Center for Contemporary Art, New York.

Anri Sala lives and works in Paris.